VEJA!

BAND NEWS RÁDIO FM-RJ

BAND NEWS RÁDIO FM-RJ

OPORTUNIDADES

INFORMAÇÕES DO PROJETO:

BRASIL, RIO DE JANEIRO - 2016
CURSO DE ARTE RECICLAGEM -
EMAIL: calves1972@yahoo.com.br
***Vencedor da segunda edição do Projeto Sustentabilidade 2012 EDUCAÇÃO*** POR CARLOS A. BARBOSA***
Professor Artesão e Escritor
O PROJETO SOCIAL TRABALHA COM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL, O OBJETIVO DO APP e INFORMAR, PESQUISAR, CONSCIENTIZAR A SOCIEDADE A MELHORAR O MEIO AMBIENTE EM QUE VIVEMOS AO USO DE SACOLAS ECOLÓGICAS E A RECICLAGEM DO LIXO SUSTENTÁVEL, VOLTADOS PARA ESCOLAS E COMUNIDADES RJ; * TEMOS CURSO DE RECICLAGEM EM PAPEL – 100 Pratico%. TÉCNICAS EM PAPEL E PET, PLÁSTICO, METAIS, AULAS PARTICULARES, ESCOLAS, ETC Maquetes.
****PARCERIAS E PATROCINADOR PARA ESCOLA DE ARTE: CONTADO email: calves1972@yahoo.com.br.
ESTÁ EM FASE TESTE!
PARTICIPE E USE O APP NÃO JOGUE O LIXO NAS RUAS!
http://galeria.fabricadeaplicativos.com.br/nao_jogue_lixo_nas_ruas

PROJETO MODELO ARTE ECOLÓGICA PRÊMIOS RECONHECIDOS:

http://www.istoe.com.br/reportagens/270477_TRANSFORMADORES

http://blog.clubedeautores.com.br/2013/02/autor-do-clube-vence-premio-da-revista-istoe.html

PARCERIAS:

http://lixozero.org/v2/



sexta-feira, 19 de março de 2010

MUSEU AEROESPACIAL


AV. MAL FONTENELLE, 2000 SULACAP
RIO DE JANEIRO - RJ, 21740-000 - (0xx)21 2108-8954

A idéia de um Museu Aeronáutico data de 1943, quando o então Ministro, Dr. Salgado Filho, determinou sua organização, sendo o trabalho inicial e posteriores tentativas, interrompidos por falta de local disponível.
Atendendo à Exposição de Motivos do Ministro da Aeronáutica, Ten-Brig-do-Ar - Araripe Macedo, o Presidente Emílio Garrastazu Médici, cria o Núcleo do Museu Aeroespacial em 31 de julho de 1973, através do Decreto nº 72.552. Em janeiro de 1974, iniciam-se os trabalhos de restauração do prédio e hangares (antiga "Divisão de Instrução de Vôo" da Escola de Aeronáutica), simultaneamente à coleta de acervo, restauração de aviões, motores, armas e outras peças de valor histórico.
O Museu Aeroespacial foi inaugurado em 18 de outubro de 1976.
A importância dessa criação deve-se à necessidade de preservação e divulgação do material aeronáutico e documentos históricos para as futuras gerações.
Situado no Campo dos Afonsos, "Berço da Aviação Militar", atualmente o Museu Aeroespacial integra o Campus da Universidade da Força Aérea - UNIFA e está subordinado administrativamente ao Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica - INCAER, desde 1986.
A T I V I D A D E S:
As principais funções do Museu Aeroespacial são: pesquisar, desenvolver, divulgar, preservar, controlar e estimular as atividades referentes à memória e cultura da aeronáutica brasileira, transmitindo para futuras gerações o que foi a vida, a obra e a contribuição para a sociedade nacional e internacional, daqueles que fizeram a História da Aviação. O espaço físico destinado às instalações do Museu ocupa uma área de 15.195 m2, incluindo um prédio de dois andares e cinco hangares em anexo. As salas de exposição do prédio abrigam as principais coleções históricas de pioneiros da aviação, e o salão principal reúne as aeronaves mais antigas do Museu. Nos cinco hangares, estão em exposição a coleção de aeronaves, de relevante valor histórico e tecnológico. O Museu Aeroespacial recebe, em média, 60.000 mil visitantes por ano, com tipologia e faixa etária variadas. Desde o estudante que vem só ou em grupos escolares, até o mais aficionado pesquisador sobre o assunto, são freqüentadores assíduos do Museu, com objetivos diferentes, mas sempre com grande interesse, já que aviação desperta ao público em geral, uma grande atração. No tocante às pesquisas solicitadas ou efetuadas pelo próprio visitante, é colocado à disposição do interessado, um valioso acervo bibliográfico com cerca de cinco mil títulos especializados, além de um importante arquivo histórico, contendo documentos escritos e impressos, fotografias, "slides", negativos, vídeos, filmes, etc. O Museu Aeroespacial possui uma equipe de restauradores que realiza os trabalhos de recuperação de aeronaves, e são constantemente desafiados a aplicarem técnicas e criatividade para realizarem, com fidelidade, restaurações consideradas extremamente difíceis.
COLEÇÕES HISTÓRICAS DO MUSEU

SALA ESQUADRILHA DA FUMAÇA
A peça principal em exposição é o Avião T6D-1959, que pertenceu ao ex-líder do Esquadrão, Cel. Antonio Arthur Braga. Apresenta também fotografias dos diversos aviões utilizados pela Esquadrilha da Fumaça, desde 1956 até os dias de hoje, além das fotos do primeiro e do atual comandante.

SALA DE ARMAS
Destacam-se as metralhadoras Lewis e Vickers do período de 1914 e 1918, além da Hotchkiss Benét Mercié, que foi usada em um combate aéreo em1914, onde o primeiro avião Alemão da história foi abatido. Do período da 2º Guerra Mundial, as Bredas, italianas; HO-103 Tipo 1, japonesa, Browning M2, americana e as Rheinmtal-Borsig MG-15, alemães. Apresentam-se também em exposição os canhões aéreos Hispano-Suiza e Dainippon-Oerlikon, entre outras peças bélicas
SALA DEMOISELLE
Idealizada para ser um espaço de exposições temporárias dentro da temática aviação, tem como propósito oferecer ao visitante a oportunidade de conhecer outras coleções de objetos, fotografias e documentos que não estão expostas, empreendendo com isso um dinamismo à mostra deste Museu. Foi inaugurada no dia 30 de novembro com a exposição temporária "A Força Mulher” – A trajetória da mulher militar na FAB. Passado-Presente- Futuro”.
A mostra conta com fotografias, painéis e objetos pessoais, dentre os quais, medalhas, uniformes e documentos das diversas turmas que contribuíram para o engrandecimento da Força Aérea Brasileira nesses vinte e cinco anos de atividade.

SALA BARTOLOMEU DE GUSMÃO 300 ANOS
A exposição é uma ação referenteao Tricentenário da Demonstração do Balão de Ar Quente, reúne fotografias, maquetes, medalhas, cenografia, baseada no contexto histórico de época, livros para o público infantil, além da exibição do vídeo sobre o tema.
O objetivo principal é proporcionar uma releiturado feito, além de uma viagem reflexiva no tempo, onde se fará uma ponte entreo balão de Bartolomeu de Gusmão e o balão de voo livre atual, cujos principios físicos são semelhantes.
MINISTRO SALGADO FILHO
O mobiliário do gabinete do primeiro Ministro da Aeronáutica, em 1941, está em exposição nesta sala, valorizada com duas telas a óleo retratando o Campo dos Afonsos em épocas distintas, 1919 e 1941. Além da galeria de fotos dos Ministros e Comandantes da Aeronáutica.
SALA EDUARDO GOMES
A exposição visa mostrar ao público como funciona o Serviço de Busca e salvamento no Brasil, e a participação dos Esquadrões da Força Aérea Brasileira que compõem o sistema SAR, além de contar com um importante acervo de equipamentos utilizados em resgate.
SALA SANTOS-DUMONT
Além da réplica do "Demoiselle", encontra-se nesta sala a maquete com formato de asa delta, feita por Santos-Dumont, no início do século, que nos permite fazer uma comparação com a atual configuração dos modernos jatos, além de valiosa coleção fotográfica retratando, com detalhes, sua obra e sua vida social.

SALA DO 1º GRUPO DE AVIAÇÃO DE CAÇA
Encontra-se em exposição a Campanha Aérea do Grupo, durante a 2ª Guerra Mundial, na Itália. A lembrança dos que atuaram naquele Teatro de Operações permanece viva na forma de documentos, objetos e fotografias.
PRIMÓRDIOS DA AVIAÇÃO BRASILEIRA
A exposição apresenta os primeiros ensaios de vôo, destacando o momento em que Santos Dumont inaugura a Era da Aviação com o vôo de um veículo mais pesado que o ar e segue com as primeiras companhias aéreas nacionais e estrangeiras. Na década de 40 a criação do Ministério da Aeronáutica, finalizando com os primeiros foguetes de sondagem e o veículo lançador de satélites.
EMBRAER - O BRASIL NA VANGUARDA DA INDÚSTRIA AERONAÚTICA
A exposição mostra a construção, em 1968 do protótipo da aeronave Bandeirante desenvolvido pelo CTA, fato que motivou a criação da EMBRAER. A trajetória da empresa é representada através de documentos e fotografias, além da sequência de maquetes das aeronaves produzidas em série até os dias de hoje.

SALA DO SISTEMA DE CONTROLE DO ESPAÇO ÁEREO BRASILEIRO
Idealizada e montada pelo Departamento de Controle do Tráfego Áereo. A sala é composta de três módulos com fotografias, equipamentos de controle-radar em funcionamento e um auditório para exibição de vídeos, possibilitando aos visitantes verificar a trajetória do Brasil na busca da Soberania Nacional, através do monitoramento do seu espaço àereo.
EXPOSIÇÃO DE MOTORES
Nesta coleção destacam-se vários motores rotativos da Primeira Guerra Mundial, dentre os quais, um raríssimo "Diesel Junkers Jumo 205C", da década de 30; um "Motor Canhão" Allison, dos "Airacobra P-39"; e um "Rolls Royce Merlin" que equipou os Spitfires, Lancasters e Mosquitos.


SALA DE SIMULADORES
Dentre as raridades, encontra-se nesta sala o primeiro modelo de simulador de vôo (LINK TRAINER) usado para treinamento dos cadetes da Escola de Aeronaútica e outro simulador de vôo do 727-100 da VARIG S.A.

Um comentário:

.ana. disse...

Parabens pelo Blog, em primeiro lugar.
E a escolha do Museu Aeroespacial, nossa! Um lugar que realmente mágico.

abraços

ana.mmk